Arquivos de julho 2018

Hotel Villa Rossa reforça equipe com novas contratações

Hotel Villa Rossa reforça equipe com novas contratações

O reconhecido 5 estrelas localizado na cidade de São Roque, interior de São Paulo, vem adicionando desde 2017 novos gestores em diversos departamentos, com a intenção de reforçar sua equipe, gerando melhores resultados nas áreas de eventos e lazer. Além das contratações, o Villa Rossa também divulgou algumas promoções internas. Mostrando a confiança de sua equipe e crescimento de funcionários em diversos departamentos.

Para fortalecer uma de suas principais “marcas” no mercado – a gastronomia – o hotel recebeu em 2017 o curitibano Alexandre Vicki, que vem impressionando os clientes no comando da cozinha. O Chef Executivo é formado em Hotelaria pelo Centro Europeu e atualmente soma 24 anos de experiência em grandes cozinhas nacionais e internacionais.
Ainda somando à equipe da cozinha, o hotel recebeu Marcelo Xavier para assumir o cargo de Sub Chefe. Com 18 anos de experiência, Marcelo passou pela rede Accor Brasil, Jandaia Turismo e Hotel Plaza São Rafael, onde trabalhou por 3 anos com o Chef Alexandre Vicki.

Outra importante contratação foi a de José Jeissifran, que assumiu o cargo de Maitre Executivo. Com 27 anos de experiência na função, Jeissi reúne nomes como Maksoud Plaza, Tulip Inn Hampton Park e Golden Tulip Paulista Plaza em seu currículo. O profissional chega ao Villa Rossa com a missão de potencializar a produtividade da equipe, visando à completa satisfação dos hóspedes.

Promoções internas
Acreditando na capacidade e crescimento de sua equipe, o Villa Rossa também divulgou algumas promoções para os funcionários que, além de se destacarem na geração de resultados para a empresa, também não pouparam esforços para o sucesso da mesma. Assim Renata Tardelli que antes possuía o cargo de Supervisora de Serviços, hoje assume a posição de Gerente de Operações.
Na área comercial, Wagner Ricci, que antes assumia o cargo de Gestor de Vendas, agora assina como Gerente do departamento. Já no marketing do hotel, Juliana Jacobina Frutuoso que antes ocupava o cargo de Analista de Marketing, agora assume como Coordenadora do departamento.

E a mais recente promoção divulgada foi no departamento de Recursos Humanos, onde antes ocupando o cargo de Analista, agora Angela Silva assume o departamento como Coordenadora de RH. Estas e as demais mudanças que estão ocorrendo na equipe e estrutura do Hotel Villa Rossa são reflexos dos bons resultados obtidos em lazer e eventos durante o ano de 2017 seguido pelo 1º semestre de 2018. E segundo a gerência do empreendimento estas novidades só devem aumentar e melhorar nos próximos meses. “Estas e as demais mudanças que estão por vir, são reflexos das estratégicas implementadas pela atual gestão do empreendimento e pelos resultados que já foram colhidos em 2017 e no primeiro semestre de 2018. Garantindo maior consistência na qualidade dos serviços e fidelizando os nossos hóspedes.

Além da chegada de novos Gestores que somam suas experiências à equipe do Villa Rossa, é de extrema importância o crescimento dos que já lutam diariamente para o sucesso do empreendimento. Por isso, além de novas contratações, a nossa administração está focada na capacitação e desenvolvimento das lideranças locais desde a minha chegada ao Villa Rossa, no segundo semestre de 2015. Assim, além de motivar nossos funcionários e reter talentos, garantimos que os nossos clientes recebam um atendimento diferenciado, que é o reflexo de uma equipe focada no cliente.

Isso pode ser facilmente comprovado através das avaliações dos hóspedes no Trip Advisor. No que toca a parte estrutural, estamos também renovando o Centro de Convenções e remodelando alguns apartamentos do empreendimento, ações que também já fazem parte do cronograma de investimentos. Para o segundo semestre de 2018 e por todo o ano de 2019 e também em 2020, implementaremos o programa de treinamentos focado na satisfação do cliente, no desenvolvimento das lideranças e nos pontos de melhoria percebidos nas avaliações de desempenho dos próprios colaboradores”, comenta o Gerente Geral, Eduardo Santana.

Oficina Culinária | Risoto doce de morango com chocolate e sorvete

Ingredientes:

Para o Caldo:

  • 02 litros de água
  • 01 canela em pau
  • 03 aniz estrelados
  • 10 cardamomos
  • 01 casca de laranja

Modo de Preparo:

Coloque em uma panela todos os ingredientes, quando abrir fervura deixe por mais 5 minutos, coe e mantenha quente.

Para o Risoto:

  • 50 gr de manteiga sem sal
  • 200 gr de arroz arbóreo
  • 400 gr de morangos picados
  • 300 gr de chocolate ao leite em pedaços pequenos (de boa qualidade)
  • 200 gr de coco ralado
  • Leite condensado a gosto
  • Sorvete de coco, creme ou baunilha

 

Modo de Preparo:

Em um panela de fundo largo, coloque a manteiga e arroz para refogar, vá adicionando o caldo aos poucos, sempre mexendo para não grudar;

Quando estiver quase ao ponto de servir, junte os morangos, o chocolate e o coco, envolva-os bem e prove, adicione o leite condensado de acordo com seu gosto;

Sirva quente, com uma bola de sorvete em cima.

Oficina Culinária | Salmão e perfume de chás e limão siciliano

Gravad lax ou gravlax (em Sueco, “salmão enterrado”), graved laks em Dinamarquês, gravlaks em Norueguês, graavilohi em Finlandês, e graflax em Islandês, é uma especialidade culinária escandinava, também difundida em outros países, feita de salmão cru marinado em uma mistura de sal grosso, açúcar e dill. O peixe é servido cortado às fatias, mais finamente do que o sashimi japonês.

Origem

O gravlax surge na Idade Média, como uma forma de conservação do peixe, usada pelos pescadores da Península Escandinava, que salgavam e enterravam o salmão na praia, acima da linha da maré alta, deixando-o fermentar nas areias geladas.

Preparação

O filete de salmão cru é coberto de sal grosso, açúcar e dill. O filete é então enrolado em tecido ou plástico e conservado sob refrigeração por dois a quatro dias, com um peso em cima. Nesse período, o peixe perde umidade, concentrando a ostensividade. Este método também pode ser usado para outros peixes gordos, mas salmão é o mais comum. Variantes modernas da marinada podem incluir pimenta branca, pimenta preta, sementes de coentro, raiz-forte, puré de beterraba e ou (vodka, conhaque, aguardente).

Depois de marinar, o peixe é lavado ligeiramente com água, e servido fatiado, como aperitivo, sobre pão de centeio ou com batatas cozidas e molho à base de dill e mostarda.

A História

Salmão em perfume de chás e limão siciliano

Ingredientes:

01 filé de salmão limpo com a pele

08 saquinhos de chás variados (menos chá preto)

Raspas da casca de 3 limões sicilianos

03 colheres de sopa de chia (opcional)

500 gramas de sal grosso

750 gramas de açúcar

 

Modo de Preparo:

– Abra os saquinhos de chás e misture bem, junte as raspas de limão siciliano e a chia e reserve;

– Misture o sal grosso com o açúcar;

– Em uma forma funda coloque o filé de salmão com a pele para baixo, polvilhe a mistura de chás cobrindo toda a superfície;

– Derrame todo o sal grosso e a açúcar por cima, coloque um peso em cima e mantenha refrigerado entre 10 a 12 horas.

– Coloque embaixo da torneira e deixe a agua escorrer para lavar e tirar o excesso de sal, não esfregue par que não saia o chá da carne do salmão;

– Com uma faca bem afiada, lamine finamente o salmão;

Este preparo pode de consumido sozinho, em brusquetas, saladas, massas e risotos.

– Depois de lavado ele pode ser acondicionado por 15 dias em refrigeração, mas tem que ser tirado o excesso do sal, pois senão irá continuar salgando.